Home Mercado

Selic em 3,5%: o que acontece com os financiamentos imobiliários?


A expectativa é de que os juros dos financiamentos ainda não aumentem no mesmo ritmo da taxa básica.

11.05.2021

Selic em 3,5%: o que acontece com os financiamentos imobiliários?

Pela segunda vez consecutiva o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central aumentou a taxa básica de juros (Selic). Ela passou de 2,75% para 3,50% ao ano, alta de 0,75 ponto. A alta gera preocupação em quem fez ou pretende fazer um financiamento imobiliário.

 

De acordo com o administrador de empresas e sócio da Ally Construtora, Alex Liberato, a expectativa é de que as taxas de juros dos financiamentos ainda não aumentem no mesmo ritmo da Selic. “A porcentagem dos juros de um financiamento não é baseada apenas na taxa Selic. Existem outras variáveis quem compõem a taxa de financiamento e também influenciam nos juros. O aumento da Selic nesta proporção atual ainda não representa uma alteração na taxa de financiamento.  O que conta muito também é a política do governo em relação aos empréstimos imobiliários. Acredito que uma taxa básica de juros em até 6% não gere grandes alterações o valor do financiamento”, ressaltou

 

A estimativa é de que a taxa encerre o ano em 5,50% devido à oscilação do mercado com inflação, principalmente em relação aos preços de commodities e de combustíveis, alimento e energia, além da pandemia do coronavírus. Na nova reunião em junho, já é esperada uma elevação da mesma magnitude.

Comentários


Mais Notícias

Instagram @jornalimobi

Entre em contato


27 99316-5262
contato@jornalimobiliario.com



Fique informado!


Para ficar por dentro das notícias e novidades, cadastre seu e-mail.



Mídia Kit


Um novo conceito de informação, esse é o foco principal do Jornal Imobiliário e portal jornalimobiliario.com, jornalismo feito de forma diferente, segmentado e de relevância para o leitor.

Abrir o arquivo PDF

Baixe a versão Impressa


Edição - 9

© Jornal Imobiliário. Todos direitos reservados.

-->